Últimas Notícias

Pietro deveria continuar "PRESO E SEM COMIDA", diz presidente da Câmara de Sarandi

Presidente da Câmara de Sarandi, Nildão: Pietro deveria continuar "PRESO E SEM COMIDA. "

No final da tarde desta segunda-feira, 18 de abril de 2022, a Sociedade Protetora dos Animais de Sarandi, protocolou um pedido de cassação da vereadora Ireni Moura (PP) por conta de maus-tratos aos animais em uma casa alugada e supostamente mantida por ela.

Após o registro do pedido de cassação, o presidente da Câmara de Vereadores, Eunildo Zanchim "Nildão" concedeu uma entrevista coletiva aos órgãos de imprensa de Maringá (TV, rádios, sites e blogs). 

Leia também: Protocolado pedido de cassação de vereadora em tarde tumultuada em Sarandi

Ao responder a pergunta do repórter Ailton Machado do Programa Bom Dia Maringá (Canal 10|), o vereador Nildão se posicionou inicialmente "imparcial" sobre o pedido de cassação, disse que irá analisar e dar seguimento ao pedido protocolado cumprindo todos os prazos e determinação do regimento interno como qualquer outro pedido protocolado na Câmara, o presidente também falou que irá analisar todos as provas e dará amplo direito de defesa à vereadora Ireni Moura. 

Sobre as provas nos casos dos maus-tratos que é de conhecimento da população de Sarandi, presidente da Câmara disse que vai dar seguimento no pedido para analisar todas as provas contundentes e provas cabíveis dentro da legalidade para saber se a casa pode andar (tramitar) ou não com esse pedido.

Leia também: ONG de vereadora abandona animais para morrer de fome em uma casa em Sarandi PR

O repórter Jota Silva, aqui do Saiba Já News perguntou ao presidente da Câmara Municipal de Sarandi, sobre o que ele acha em relação a esse crime de maus-tratos aos animais que ocorreu na casa abrigo localizada no final da Av. João Marangoni, casa comprovadamente alugada pela vereadora Ireni Moura e que ganhou destaque em todos os órgãos de imprensa, sendo divulgado amplamente na mídia e que gerou grande polêmica no Norte do Paraná, veja a resposta:

"Sem dúvida, o Pietro deveria continuar PRESO AINDA E SEM COMIDA lá na cadeia, para ele saber o que ele fez com os animais. Nós aqui da Câmara somos referência na questão de animais, repassando verba de doações para castrações e nós temos uma grande parceria junto ao município pra que atenda as questões dos animais. Todo mundo ficou indignado com as imagens, vista e acompanhada pela imprensa! " disse Nildão.

Leia também: Mais de 1.200 moradores de Sarandi assinaram abaixo-assinado que pede cassação de Vereadora

O repórter Ailton Machado aproveitou a resposta dada pelo presidente sobre o Pietro, que segundo Nildão, deveria continuar preso e questionou sobre a pessoa [Ireni Moura] que promoveu a contratação da residência e dele [Pietro], o que deveria acontecer com ela, porque deveria estar a par da situação já que contratou e que era de certa forma a chefe dele. Veja a resposta do presidente:

"Nós vamos averiguar isso, porque existem duas vertentes de história, então nós vamos averiguar as duas vertentes e vamos analisar todos os processos, o que há, o que é certo e o que não é certo, para que a Câmara tome a sua decisão e no final quem vai decidir é o plenário da Câmara." Pontuou Nildão. 

Leia também: Jacovós vai requerer na ALEP que Polícia Civil e Câmara, investiguem vereadora, sobre crime grave de maus-tratos contra animais, em Sarandi

Ailton Machado, complementou a pergunta; "em sendo errado no caso a atitude da vereadora, comprovando que os nobres estão a par da situação [ Nildão no vídeo faz gesto de 'depende'] e que isso mereceria uma atitude um pouco mais contundente, vai ser tomado isso, ou...?" 

Nildão corta a conclusão do repórter e responde; "isso ocorrerá através de um relatório formado pela comissão de ética da Câmara Municipal e esse relatório segundo essas informações e dando o amplo direito a defesa, ele seguirá ao plenário da Câmara para que se vislumbre [Ideia que se pauta em algo impreciso, incompleto; conjectura, suspeita ] o que o relatório será reinformado. 

O repórter Rogério Moraes, do programa Tribuna da Massa (SBT) perguntou se o pedido de cassação protocolado na Câmara seria uma perseguição política, Nildão respondeu; eu não posso definir isso, o meu princípio como presidente é a imparcialidade dos fatos e nós estamos aqui é para averiguar, ném A e ném B, o que é certo, então a presidência vai gerar pela imparcialidade e vamos analisar, o que é certo, nós vamos tomar as providências como nós viemos tomando na Câmara Municipal.

Leia também: Sarandi proíbe trânsito de carroças mesmo com a imprensa da região apoiando os carroceiros

Ao final da entrevista coletiva o presidente da Câmara de Vereadores Sarandi respondeu à pergunta de Everson Natalino, do site 4k Notícias, que questionou; “O senhor enquanto presidente da Câmara entrou em contato com o delegado aqui da cidade para saber como que aconteceu essa tramitação toda? " 

Nildão finalizou a entrevista dizendo; "Ainda nós não tivemos um contato com o delegado, nós sabemos que já tem um inquérito, a juíza da cidade já arbitrou fiança para o Pietro, no valor de R$ 1.200,00 reais e nós já sabemos disso ainda, mas o departamento jurídico da Câmara vai tomar todas as providências, ainda mais com essa denúncia [pedido de cassação] para fazer a anexação de um único processo. 

ASSISTA A ENTREVISTA COLETIVA: 


LEIA MAIS:





Nenhum comentário