Últimas Notícias

Hospital Municipal de Maringá comemora 20 anos de serviços à comunidade, nesta quinta-feira, 7

Hospital Municipal de Maringá (HMM) Dra. Thelma Villanova Kasprowicz completa 20 anos. Fotos: Aldemir de Moraes / PMM

Nesta quinta-feira, o Hospital Municipal de Maringá (HMM) Dra. Thelma Villanova Kasprowicz completa 20 anos de atendimento aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS). Para comemorar a data, amanhã haverá uma cerimônia às 14 horas na Capela do hospital, com a presença do prefeito Ulisses Maia. Serão homenageados, em nome de todos os colaboradores, 13 funcionários que estão no hospital desde 2002, e nove que se aposentaram. 

São mais de 12 mil metros de construção e cerca de 600 profissionais que se dedicam a prestar atendimento humanizado e com olhar diferenciado para cuidar da saúde da população de Maringá e região. O Hospital Municipal conta com 119 leitos habilitados em clínica médica, cirúrgica, pediatria, Unidade de Terapia Intensiva e psiquiatria, além de estrutura ambulatorial para atendimento de consultas eletivas especializadas e exames de diagnóstico por imagem.


Na gestão Ulisses Maia, o hospital passou por processos de profissionalização da administração e inovações, como a implantação de cirurgias gerais 24 horas, Farmácia 24 horas e serviço e exames de tomografia e endoscopia. Também foi feita a ligação entre o hospital e UPA Zona Sul para otimizar os atendimentos de emergência. O reflexo pode ser visto nos números: em 2016 foram 2.823 internações hospitalares. No primeiro ano da nova gestão, o número subiu para 4.092.

O HMM se consolidou como um ponto de referência para as Unidades de Pronto Atendimento, Sul e Norte, e porta aberta às emergências psiquiátricas. Durante os piores momentos da pandemia de Covid-19, a unidade foi direcionada exclusivamente ao atendimento dos pacientes contaminados pela doença. “Foi um período em que todos tiveram que se superar. Uma fase de grandes dificuldades, vencidas com dedicação, coragem e criatividade”, conta o Diretor Geral Welynton de Souza.

Normalmente, as patologias mais buscadas na parte clínica do HMM são pneumonias, septicemias (infecções generalizadas) e insuficiência cardíaca. Na parte de cirurgias, as mais comuns são herniorrafia e retirada de vesícula. A ala da Psiquiatria tem pacientes com transtornos mentais e dependentes químicos e atende às demandas de internamento de Maringá e Mandaguaçu.

O crescimento de internações hospitalares desde o primeiro ano do hospital, em 2003, é exponencial. Em 2004, primeiro ano completo de trabalho, foram 1.755. Em 2019, antes da Covid-19, o HMM realizou 2.853 cirurgias e em 2021, o número de atendimentos subiu para 3.955.




Nenhum comentário