Últimas Notícias

Guerra: Mísseis russos matam meia centena de soldados ucranianos em Mykolaiv

Imagens de satélite mostram Mariupol destruída. Imagem de satélite/Maxar Technologies

Três mísseis lançados pelas forças russas durante a madrugada mataram cinquenta militares ucranianos enquanto dormiam na base próxima de Mykolaiv.

O ataque ocorreu no dia em que as Forças Armadas russas anunciaram ter utilizado pela primeira vez mísseis hipersônicos para destruir um depósito de armas subterrâneo na Ucrânia.

Em Mariupol, autoridades ucranianas admitem que não têm capacidade militar para recuperar o controle da cidade, entretanto apoio de voluntários civis, conseguiram bloquear o avanço da ofensiva russa junto ao Mar Negro. 

A cidade portuária Mariupol, continua a ser uma das mais atingidas pela ofensiva russa. Quem fugiu de Mariupol depois do bombardeio a um teatro diz que a cidade não existe.

António Guterres, secretário-geral das Nações Unidas (ONU), alertou o mundo hoje para as consequências da guerra na Ucrânia, pedindo que se evite o colapso do sistema alimentar global.

Guterres publicou no Twitter; "A guerra na Ucrânia já está interrompendo as cadeias de distribuição e fazendo os preços dos combustíveis, alimentos e transporte dispararem." 

Segundo o secretário, é preciso fazer o possível para evitar um furacão de fome e um colapso do sistema alimentar global.


Nenhum comentário