Últimas Notícias

Passaporte sanitários será discutido em audiência pública na Câmara de Maringá nesta quinta, 02

Câmara de Vereadores de Maringá, discussão sobre a obrigatoriedade do passaporte sanitário

A Câmara de Vereadores de Maringá vai abrir a polêmica discussão sobre a obrigatoriedade do passaporte sanitário. A audiência pública será realizada nesta quinta-feira (02) a partir das 14h e será transmitida via internet nas redes sociais e no YouTube. 

Segundo os favoráveis ao passaporte, a medida é para que o documento seja utilizado como uma forma de comprovante para liberar acesso de pessoas vacinadas em locais públicos e ambientes onde ocorrem aglomerações, visando conter uma possível disseminação da Covid-19.

Passaporte sanitário / Divulgação

Saiba mais sobre o passaporte sanitário 

França e Itália estão entre os países que passaram a exigir um comprovante de vacinação para espaços como restaurantes, bares, aviões, trens, museus, salas de cinema e piscinas. Na cidade de Nova York, os restaurantes, academias de ginásticas e outros locais fechados precisam colocar cartazes com aviso da necessidade do comprovante de vacinação e de que as pessoas que não receberam nenhuma dose estão sujeitas à multa.

𝗣𝗼𝗻𝘁𝗼 𝗱𝗲 𝘃𝗶𝘀𝘁𝗮 𝗷𝘂𝗿𝗶́𝗱𝗶𝗰𝗼 

Com a expansão da exigência do passaporte vacinal para o acesso de atividades coletivas em diversos estados do Brasil, grupos contrários à vacinação se manifestaram de forma contrária à medida, que estaria, supostamente, ferindo o ‘direito de ir e vir’, assegurado pela Constituição. De acordo com a Carta Magna, é livre a locomoção dentro do território nacional.

𝗚𝗿𝗮𝗰̧𝗮𝘀 𝗮𝗼 𝗮𝘂𝗺𝗲𝗻𝘁𝗼 𝗱𝗮 𝘃𝗮𝗰𝗶𝗻𝗮𝗰̧𝗮̃𝗼, 𝗼𝘀 𝗶́𝗻𝗱𝗶𝗰𝗲𝘀 𝗱𝗲 𝗖𝗼𝘃𝗶𝗱-𝟭𝟵 𝗻𝗼 𝗕𝗿𝗮𝘀𝗶𝗹 𝗲𝘀𝘁𝗮̃𝗼 𝗱𝗶𝗺𝗶𝗻𝘂𝗶𝗻𝗱𝗼 𝗯𝗮𝘀𝘁𝗮𝗻𝘁𝗲, 𝗲𝗻𝘁𝗿𝗲𝘁𝗮𝗻𝘁𝗼 𝗮 𝗽𝗮𝗻𝗱𝗲𝗺𝗶𝗮 𝗮𝗶𝗻𝗱𝗮 𝗻𝗮̃𝗼 𝗮𝗰𝗮𝗯𝗼𝘂.

Câmara de Vereadores de Maringá, discussão sobre a obrigatoriedade do passaporte sanitário


Nenhum comentário