Últimas Notícias

Ratinho Júnior e Ricardo Maia estiveram presentes na liberação de recursos para casa populares em Cianorte

Na sede da Acic, Ratinho assinou um protocolo para a construção de 389 novas moradias no município

Superintendente Geral de Apoio aos Municípios do estado do Paraná, Ricardo Maia e o Governador Ratinho Júnior

Em Cianorte na companhia do Superintendente Geral de Apoio aos Municípios do estado do Paraná, Ricardo Maia (muito conhecido na região), o Governador Ratinho Júnior liberou recursos para 389 casas populares do programa casa fácil e recursos para várias obras.

O governador Carlos Massa Ratinho Junior confirmou nesta quinta-feira (04) uma série de investimentos para Cianorte, na região Noroeste. O maior volume de recursos será destinado para a habitação popular, além de equipamentos para a manutenção urbana.

Durante o evento na sede da Associação Comercial e Empresarial de Cianorte (Acic), ele assinou um protocolo de intenções com a construtora Pacaembu para a construção de 389 novas moradias no município. A parceria integra o programa Casa Fácil, que prevê que o Governo do Estado dê subsídios de R$ 15 mil por imóvel para custeio do valor de entrada a famílias com renda de até três salários mínimos.

Além disso, a Companhia de Habitação do Paraná (Cohapar) prestará suporte técnico à obra. Copel e Sanepar ficam encarregadas dos serviços de energia elétrica e saneamento.

“Estamos falando do maior programa de habitação do País. Serão 30 mil casas para todas as regiões do Paraná. E para aquelas pessoas que não têm condições de dar a entrada, é o Estado que vai pagar”, afirmou o governador.

Ele acrescentou que Cianorte é uma cidade polo da região e fundamental para o desenvolvimento do Paraná. “Essas são as primeiras moradias, mas o projeto é para mil casas na cidade. O plano, porém, vai além. Junto com as casas vem um bairro todo planejado, com infraestrutura completa, parte dela por meio da Copel e Sanepar”, acrescentou Ratinho Junior.

O Residencial Bem Viver Cianorte vai receber cerca de R$ 54,5 milhões de investimento do programa Casa Verde e Amarela, do governo federal, com recursos do FGTS. A expectativa é de que as obras gerem cerca de 1.200 empregos diretos e indiretos.

O prefeito da cidade, Marco Franzato, ressaltou o apoio que o município vem recebendo do Governo do Estado. “É um divisor de águas, não tenho dúvidas. A cidade passa por uma transformação por causa dessas obras. Reflexo dos nossos pedidos que foram todos atendidos pelo governador”, afirmou.

Os compradores poderão ter descontos variáveis do programa Casa Verde e Amarela, de acordo com a renda, e usar o saldo do FGTS para abatimento das prestações. Para obterem o subsídio estadual de R$ 15 mil, do programa Casa Fácil Paraná, os interessados devem se inscrever no site da Cohapar: www.cohapar.pr.gov.br/cadastro.












Nenhum comentário