Últimas Notícias

Áudio revela negociação de cargos entre vereadora e prefeito de Sarandi PR

Prefeito de Sarandi, Walter Volpato - PSC e vereadora Ireni Moura Faria - PP, teriam negociado cargos da prefeitura de Sarandi 

Atualizado 18/11/2021 às 07h19

Um áudio que vazou no WhatsApp, revela que a vereadora Ireni Moura Farias - PP, mantinha cargos negociados com o prefeito Walter Volpato - PSC, na Prefeitura de Sarandi, Paraná (possivelmente em troca de votos na Câmara Municipal a favor da prefeitura). 

Ouça o áudio que vazou na rede social: 

Moradora de Sarandi – “Bom dia amiguinha! Ah Ireni, olha tô falando pra você que a situação tá feia! Você acredita que eu fui pedir ração agora, a ração aumentou! De novo!!! Ireni do céu, viu, será você não consegue nenhum cargo aí na prefeitura, não? Ném que sei lá! Porque a mulher só vai sair o ano que vem né? Ai lascou! Menina do céu, o negócio tá ficando feio!

Vereadora Ireni Moura - Ai amiga, eu vou tentar! Porque esse prefeito aqui [Walter Volpato] ele é.... dispensou os cargos que eu tinha! Dipensou!!! Eu vou tentar ver o que a gente consegue porque é.... se você tivesse já se resolvido desde o começo do ano, mas você falou pra mim que era um ano né? Eu fiquei tranquila! (...ou seja, aguardava cargo negociado) A é difícil, eu não sei o que vai fazer não sinceramente eu não o que vai fazer! (Não sabe se conseguirá negociar outro cargo)

No áudio - A Vereadora revela que se a moradora tivesse pedido o cargo no início deste ano ela possivelmente estaria lá, entretanto tem outra pessoa “dela” no lugar que só vai sair (Deixar o cargo) no próximo ano. Isso revela que a vereadoras supostamente ainda mantêm cargo negociado na prefeitura de Sarandi.

Sobre os cargos perdidos

Segundo informações, a veradora Ireni Moura Farias teria perdido dois cargos negociados na prefeitura porque no primeiro semestre de 2021 foi colocado na pauta da Câmara Municipal a votação das contas de 2016 do ex-prefeito De Paula. Volpato supostamente queria a reprovação das contas do De Paula, porém, por questões aparentemente partidárias a vereadora não pode votar a favor do atual prefeito. No dia da votação a vereadora Ireni Mourão estava ausente, e não apresentou justificativa. Veja no link: https://angelorigon.com.br/2021/05/03/camara-de-sarandi-desaprova-contas-de-2016/

Negociação pode acabar em cassação e inelegibilidade

Segundo o TSE, negociação de apoio político caracteriza abuso de poder econômico/político e dependendo das peculiaridades do caso pode caracterizar até mesmo a compra do voto! Veja neste link: https://joseherval.jusbrasil.com.br/noticias/166444508/tse-negociacao-de-apoio-politico-caracteriza-o-abuso-de-poder-economico-politico

Sobre a compra de votos

A captação ilícita de sufrágio (compra de votos) é ilícito eleitoral punido com a cassação do registro ou do diploma do candidato e multa, de acordo com o artigo 41-A da Lei das Eleições (Lei nº 9.504/1997), e inelegibilidade por oito anos, segundo a alínea ‘j’ de dispositivo do artigo 1º da Lei Complementar nº 64/90 (Lei de Inelegibilidades), com as mudanças feitas pela Lei da Ficha Limpa (LC nº 135/2010)... Leia na íntegra no link: https://www.tse.jus.br/imprensa/noticias-tse/2013/Agosto/compra-de-votos-e-crime-eleitoral-e-causa-cassacao-e-inelegibilidade

Segundo informações, políticos de oposição estariam analisando o áudio e uma denúncia poderá ser protocolada no Ministério Público a qualquer momento. 

Leia também:

Nepotismo? Prefeitura de Sarandi e Câmara Municipal viram negócio de família 

Um comentário:

  1. Eu não sei o que os moradores de Sarandi tem na cabeça, é o segundo mandato deste homem e a cidade continua do mesmo jeito,tem lindas casas que as pessoas construíram mas creio que seja pelo valar que é bem mais em conta.porque este prefeito já deixou muito a desejar

    ResponderExcluir