Últimas Notícias

Solenidade; Escritor doa para Prefeitura o original do primeiro livro publicado em Maringá, em 1959

Andye Iore / Siacom - Foto:  Mileny Melo / PMM

O prefeito de Maringá, Ulisses Maia, teve ontem (29) um encontro com uma importante e querida personagem da história da cidade, o escritor Antônio Augusto de Assis. Emocionado, ele recebeu do pioneiro maringaense o boneco do primeiro livro publicado em Maringá, “Robson”. A solenidade foi realizada no Paço Municipal. 

“É um momento histórico receber esse livro e das mãos do próprio Assis”, agradeceu Ulisses Maia, lembrando de quando era estudante e frequentava a biblioteca municipal, onde o livro ficará. “Robson” foi publicado em 1959, resultado de compilação de textos que  A. A. de Assis escrevia em jornal desde 1957, assinando com o pseudônimo Robson. 

A.A. de Assis escreveu mais de 20 obras. Apesar de mais de seis décadas passadas, o escritor, jornalista e professor aposentado lembra com detalhes do início de seu trabalho. Aos 88 anos, ele ainda hoje registra em crônicas, publicadas em suas colunas na imprensa local, suas memórias de personagens e fatos da história local. Ele mesmo faz parte desta história e formou uma bela família maringaense que conta com duas filhas, cinco netos e quatro bisnetos. 

O original de “Robson” será avaliado pela Secretaria de Cultura que decidirá se o livro ficará disponível no acervo para leitura e consultas ou somente exposto como documento histórico. “É uma alegria receber esse livro. Vamos cuidar bem dele e propor ações a partir dele”, comenta secretário de Cultura, Victor Simião. Importante lembrar que o livro Terra Crua, de Jorge Ferreira Duque Estrada é a primeira obra escrita em Maringá, porém só foi publicado em 1961.

NOVIDADES - Na oportunidade, o prefeito Ulisses Maia comentou como estão os procedimentos burocráticos para a construção da nova biblioteca central que será no Novo Centro. E também do Museu Histórico de Maringá que será no Antigo Aeroporto. 

Também estiveram presentes na solenidade ontem o vice-prefeito, Edson Scabora, servidores da Secretaria de Cultura, membros da Academia de Letras de Maringá, da União Brasileira de Trovadores, entre outros. A ideia de doar o documento histórico nasceu durante um evento realizado no aniversário da Biblioteca Central, no começo do mês, com participação de A. A. de Assis.







Nenhum comentário