Últimas Notícias

Ranking aponta Maringá como a cidade mais inteligente do PR com população entre 100 mil e 500 mil habitantes

Tecnologia e Inovação é um dos eixos do Ranking Connected Smart Cities /  Foto gentilmente cedida por Rafael Silva 

Maringá é a cidade mais inteligente do Paraná e a 9ª do País (em municípios com porte de população entre 100 mil e 500 mil habitantes), segundo o Ranking Connected Smart Cities, publicado na quarta-feira (1º), no jornal Estado de S. Paulo.  

O estudo tem como propósito a criação de um indicador que mapeie as cidades com maior potencial de desenvolvimento do País. A capital Curitiba (população com mais de 500 mil habitantes) figura na 3ª colocação do ranking, atrás apenas das capitais São Paulo (1ª) e Florianópolis (2ª).
 
O prefeito de Maringá, Ulisses Maia, explica que os esforços da atual administração condizem com o resultado do ranking. “Estamos contente por sermos a cidade mais inteligente do Paraná na faixa de população entre 100 mil e 500 mil habitantes. Estamos no caminho certo, e quem sabe no ano que vem possamos melhorar ainda mais no índice nacional”, diz. 
 
Para a feitura do ranking, uma pesquisa foi realizada pela Necta e Urban Systems, por meio de uma metodologia chamada Índice de Qualidade Mercadológica que abrangeu 677 municípios, sendo 49 com mais de 500 mil habitantes, 277 com 100 mil a 500 mil habitantes e 351 com 50 mil a 100 mil habitantes.
 
O estudo levou em consideração os seguintes eixos para se chegar ao Ranking Connected Smart Cities: Economia, Educação, Empreendedorismo, Governança, Meio Ambiente, Governança, Meio Ambiente, Mobilidade e Acessibilidade, Saúde, Segurança, Tecnologia e Inovação e Urbanismo.
 
De acordo com reportagem da jornalista Daniela Saragiotto, do caderno Mobilidade Estadão, este ranking existe desde 2015 e é realizado anualmente para mapear cidades com maior potencial de desenvolvimento, levando em consideração, principalmente, indicadores de inteligência, conexão e sustentabilidade.
 
No total, são 75 indicadores espalhados por 11 setores (eixos) correspondentes ao ranking que, neste ano, avaliou indicadores novos, como percentual de moradores cobertos por 4G, cadastro imobiliário, matrícula escolar na rede pública de ensino, semáforos inteligentes, dentre outros.
 
“No próximo ano, vamos elaborar o Anuário Brasileiro das Cidades Inteligentes. Precisamos fortalecer o debate sobre as possibilidades de melhorias no ecossistema nas cidades inteligentes brasileiras e delinear os próximos passos pertinentes ao desenvolvimento das smart cities no País”, comenta a CEO da Necta e idealizadora do Connected Smart Cities, Paula Faria.
 
NO PARANÁ - No Ranking Connected Smart Cities (geral), Maringá ocupa a 25ª colocação, enquanto que Londrina ocupa a 34ª posição, Apucarana (41ª), Foz do Iguaçu (44ª), Cascavel (50ª), Pato Branco (66ª), Pinhais (74ª) e Toledo (99ª).

Nenhum comentário