Últimas Notícias

Boca Aberta Junior quer garantir auxílio-moradia a todos os policiais do Paraná

está protocolado na Assembleia Legislativa do Paraná, Projeto de LEI do deputado Boca Aberta Junior que visa garantir auxílio-moradia a todos os policiais do Paraná.

O Projeto do deputado estadual Boca Aberta Junior (Pros-PR), protocolado na ALEP, institui auxílio-moradia para policial militar, policial civil, Corpo de Bombeiros, policial rodoviário estadual, policial técnico-científico, florestal e outras forças de segurança do Estado.

A proposta tem como objetivo instituir o auxílio-moradia no Estado para que policial militar, policial civil, corpo de bombeiros, policial rodoviário estadual, policial técnico-científico, florestal e outras forças de segurança do Estado, para que possam residir no mesmo município em que trabalham.

Segundo o projeto, o profissional de segurança pública que tenha necessidade de mudar de residência por iminente risco a sua integridade física e de sua família, terá prioridade na concessão do benefício do auxílio moradia. O auxílio-moradia corresponderá a 30% do vencimento base do servidor, com esse auxilio os profissionais deixarão de residir em locais de maior vulnerabilidade no que diz respeito à segurança, tendo em vista o risco da profissão, e a alta periculosidade se tiver que fazer o trajeto até o trabalho fardado.

Ainda segundo justificativa na PL, salários dos profissionais atuantes da área, não é possível que se compre ou alugue residência em local digno sem que seja necessário endividamento ou sacrifício de boa parte de seus salários, sendo necessidade de receber aporte de proteção ou auxílio do Estado.

O auxílio-moradia hoje, já é concedido para deputados, juízes, promotores, desembargadores, ministros entre outros, assim, entendo que essa medida também deva ser estendida aos nossos policiais.

“A sociedade ganha quando o profissional de segurança pública é amparado e consegue exercer seu trabalho. Nossa intenção é que o policial possa ter dignidade. ” Justifica Boca Aberta Junior na Proposta de Lei.

Veja artigos do projeto:

Art. 1º - Fica instituído o auxílio-moradia no âmbito do Estado a fim de que o policial militar, policial civil, corpo de bombeiros, policial rodoviário estadual, policial técnico-científico, florestal e outras forças de segurança do Estado, para que possam residir no mesmo município em que trabalham ou para que, havendo fundado motivo, sejam atenuados os riscos de vida a que estão expostos.

Art. 2° - O profissional de segurança pública que tenha necessidade de mudar de residência por iminente risco a sua integridade física e de sua família, terá prioridade na concessão do benefício do auxílio moradia.

Art. 3° O auxílio-moradia corresponderá a 30% do vencimento base do servidor.

Art. 4º- Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação.








Nenhum comentário