Últimas Notícias

De olho na Paralimpíada 2024, Prefeitura de Maringá terá Centro de Treinamento Paralímpico

Irmãs Débora e Beatriz Carneiro representarão Maringá nas piscinas da Paralimpíada de Tóquio

A Prefeitura de Maringá, por meio da Secretaria de Esportes e Lazer, assinará convênio com o Comitê Olímpico Brasileiro para a construção de um Centro de Treinamento Paralímpico no município. A solenidade ocorrerá às 10 horas desta sexta-feira, 6, no Auditório Hélio Moreira, e contará com a participação do prefeito Ulisses Maia, do deputado federal Enio Verri e de representantes paradesportos estaduais e federais.

Com custo estimado em R$ 7 milhões, a obra deverá ser inaugurada em 2023, na região do Centro Cívico de Maringá, cidade que conta com atletas paralímpicos com marcas de destaque internacional, liderando rankings mundiais. O Comitê Paralímpico Brasileiro fará a doação do projeto arquitetônico e complementares à Prefeitura de Maringá.  
 
De acordo com a Secretaria Municipal de Esportes, o Centro de Treinamento Paralímpico de Maringá contará com piscina, ginásio coberto, equipamentos de atletismo, salas técnicas, anfiteatro, capacitação, área de convivência, entre outros espaços. Também haverá projetos com a Secretaria de Educação, focados em crianças com deficiências.
 
Com investimentos contínuos que visam estimular a prática esportiva saudável em Maringá e na formação de jovens, que podem encontrar nos esportes inclusive uma profissão, a administração municipal também conta com políticas permanentes envolvendo atletas com algum tipo de deficiência, com o total de 197 atletas, sendo 47 bolsistas da Prefeitura de Maringá.
 
“Do atletismo ao basquete, passando pela natação e até no xadrez, hoje são pelo menos 16 modalidades com atletas paralímpicos aqui na cidade. A construção do Centro de Treinamento Paralímpico, previsto para 2023, nos possibilitará sonhar ainda mais com representantes maringaenses já na *Paralimpíada de 2024*, que será realizada em Paris”, comemora o prefeito de Maringá, Ulisses Maia.
 
Para o secretário de Esportes de Maringá, Robson Xavier, estimular a inclusão de pessoas com deficiência é a forma mais correta de assegurar que todos tenham condições igualitárias em nossa sociedade. “Estabelecer parcerias tão significativas, como o Comitê Paralímpico Brasileiro e a Educação Paralímpica, reforçam o compromisso inclusivo que a Gestão Ulisses Maia entende como primordial para um bom desenvolvimento da nossa cidade como um todo”.
 
PARALIMPÍADA DE TÓQUIO - Marcada para ser realizada entre 24 de agosto e 5 de setembro, a Paralimpíada de Tóquio contará com maringaenses na disputa, como é o caso das irmãs Débora e Beatriz Carneiro, que garantiram vaga na Seleção Brasileira Paralímpica de Natação. 
 
Conhecidas como as gêmeas da natação, atletas com deficiência intelectual, atingiram o índice A nos 100 metros peito. Em Tóquio, as maringaenses terão grandes chances de medalha, disse o pai das atletas, Eraldo Carneiro, em entrevista recente.

Nenhum comentário