Últimas Notícias

Universidades do Paraná preparam calendário para segundo semestre letivo

 Foto: UEPG

As universidades estaduais do Paraná preparam o calendário das atividades para o segundo semestre. Desde o início da pandemia, quando as atividades presenciais tiveram que ser paralisadas, as instituições reorganizaram seus calendários acadêmicos para evitar prejuízos nas atividades de ensino, pesquisa e extensão.

Segundo o Decreto Estadual nª 6727 de 27 de janeiro de 2021, o retorno das aulas presenciais nas universidades se dará após deliberação do órgão competente em cada instituição, respeitando o princípio constitucional da autonomia universitária. Estão previstas poucas exceções para realização de atividades presenciais, caso de cursos da área de saúde, que demandam aulas práticas.

"As instituições de ensino superior tiveram que se reorganizar para manter suas atividades funcionando. Para isso, foram necessários ajustes nos calendários letivos. Agora, com a vacinação acelerada no Estado, assim que as autoridades de saúde considerarem seguro e respeitada a autonomia universitária, devemos ter uma retomada gradual para a normalização das atividades presenciais”, destacou a coordenadora de Ensino Superior da Superintendência de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Gisele Onuki.

CALENDÁRIOS – Na Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste), o Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (CEPE) aprovou o calendário acadêmico do ano letivo de 2021 para os cursos de graduação, que terá início no dia 3 de novembro de 2021 e encerra no dia 13 de agosto de 2022.

Para o pró-reitor de graduação da Unioeste, Eurides Küster Macedo Junior, o calendário continua afetado pela pandemia. “Reconhecemos a importância de o ano letivo acompanhar o ano civil. No entanto, vamos levar algum tempo para que isso aconteça. Toda a comunidade acadêmica está comprometida e trabalhando para que isso ocorra, respeitando os cuidados com a saúde dos estudantes, agentes universitários e professores”, disse.

Universidade Estadual de Maringá (UEM) também definiu o início do calendário de 2021 para agosto deste ano, com término em maio de 2022. Desta forma, as aulas do primeiro semestre iniciam no dia 9 de agosto com término em 15 dezembro e as do segundo semestre começam em 10 de janeiro de 2022, com final em 14 de maio de 2022.

Para o chefe de gabinete da UEM, Alessandro Santos da Rocha, o retorno presencial das atividades depende do considerável melhoramento nos índices da pandemia. “Levando em conta estas informações, há a possibilidade de retomada gradual e escalonada das atividades presenciais apenas na fase amarela, onde há um risco moderado de contaminação por Covid-19, o que ainda impõe restrições”, avaliou.

Na Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG), o calendário letivo 2021 iniciou no dia 31 de maio para os veteranos e no dia 14 de junho para os calouros. As aulas expositivas, teóricas e experimentais, autorizadas pelos colegiados de curso, são ofertadas por meio do ensino remoto.

As disciplinas foram flexibilizadas e não precisam acontecer obrigatoriamente na série, ano letivo ou semestre previsto nos projetos pedagógicos dos cursos. Os colegiados de curso realizaram um planejamento para o desenvolvimento das atividades acadêmicas durante a pandemia.

Universidade Estadual de Londrina (UEL)aprovou, no início do mês de julho, a Resolução 032/2021 que orienta a organização das atividades do ano letivo. O calendário terá início em 2 agosto e prossegue até 15 de dezembro deste ano, já o segundo semestre será de 24 de janeiro a 23 de junho de 2022. 

Segundo a pró-reitora de Graduação da UEL, Marta Favaro, cabe aos colegiados dos cursos a atividade de elaborar o chamado Plano Especial de Matriz Curricular, tendo o ensino remoto como referência. “De acordo com o avanço da vacinação, o Plano Especial poderá ser ajustado, considerando sempre as condições sanitárias”, adiantou a pró-reitora.

Na Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP), o calendário está seguindo etapas distintas para cada área dos cursos. Alunos de Ciências Sociais Aplicadas iniciaram o ano letivo de 2021 no dia 5 de abril, e os estudantes dos cursos de Licenciatura e demais Bacharelados iniciaram no dia 15 de maio.

Sistema parecido ao da UENP também está sendo adotado pela Universidade Estadual do Paraná (Unespar). O calendário para 2021 é executado conforme a necessidade e perfil de cada curso. A maioria dos estudantes matriculada nos cursos de graduação nos 2º, 3º e 4º anos iniciou as aulas no dia 26 de abril.

Nenhum comentário