Últimas Notícias

Site aponta que deputados federais alinhados com Homero Marchese querem fundão eleitoral de R$ 6 bilhões

A conhecida frase da Bíblia Sagrada "Diga-me com quem andas e eu te direi quem tu és" nunca esteve tão popular como nos dias de hoje.

Segundo Matéria divulgada no portal 'O Presente', dos 30 deputados federais do Paraná, 14 votaram favoravelmente à proposta de Lei de Diretrizes Orçamentárias que aumenta de R$ 2 bilhões para quase R$ 6 bilhões o dinheiro que será destinado ao financiamento das campanhas eleitorais em 2022.

Entre os que votaram a favor da proposta, temos uma surpresa desagradável, dois parlamentares que se dizem bolsonaristas, Filipe Barros (PSL), Paulo Eduardo Martins (PSC), que se elegeram com discurso contra o fundão no passado, votaram a favor do aumento do fundão eleitoral que aumentará a verba para os partidos gastarem nas eleições de 2022.

Não é segredo para ninguém que o deputado estadual Homero Marchese (Pros) tem alinhamento e afinidade com os amigos, os deputados federais, Paulo Martins e Filipe Barros.  

Paulo Martins é o responsável direto do atual mandato de Homero Marchese, que chegou ao poder após dobradinha nas eleições de 2018. Filipe Barros assim como Martins, apoiaram a candidatura de Homero Marchese para prefeito de Maringá. Homero fez apenas 18,85% dos votos válidos e foi derrotado pelo seu grande rival, o atual prefeito Ulisses Maia que venceu as eleições de 2020 já no primeiro turno com quase 60% dos votos válidos.

Divulgação / Portal O Presente

PORTAL O PRESENTE | Veja quem são os 14 deputados federais do Paraná que votaram favoravelmente à proposta de Lei de Diretrizes Orçamentárias de quase R$ 6 bilhões, o dinheiro que será destinado ao financiamento das campanhas eleitorais em 2022:

Aline Sleutjes (PSL) Aroldo Martins (Republicanos) Christiane Yared (PL) Felipe Francischini (PSL) Filipe Barros (PSL) Giacobo (PL) Luciano Ducci (PSB) Luiz Nishimori (PL) Luizão Goulart (Republicanos) Paulo Martins (PSC) Roman (Patriota) Valdir Rossoni (PSDB) Sergio Souza (MDB) Vermelho (PSD).

Votaram contra o aumento: Aliel Machado (PSB) Diego Garcia (Podemos) Enio Verri (PT) Gleisi Hoffmann (PT) Gustavo Fruet (PDT) Leandre (PV) Rubens Bueno (Cidadania) Sargento Fahur (PSD) Zeca Dirceu (PT)

Não votaram: Boca Aberta (PROS) Hermes Parcianello (MDB) Luisa Canziani (PTB) Pedro Lupion (DEM) Ricardo Barros (PP) Stephanes Junior (PSD) Abstenção: Toninho Wandscheer – PROS

Ao todo, foram 278 votos a favor, 145 contra e uma abstenção, do deputado Toninho Wandscheer (Pros-PR). Outros não votaram.

Fonte: https://www.opresente.com.br

A estratégias usadas para rebater críticas

Após a aprovação do Fundo Eleitoral bilionário pela Comissão Mista de Orçamento nesta quinta-feira (15/7), vários deputados da base do governo tiveram que se explicar porque criticaram o chamado Fundão, mas votaram a favor da Lei Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2022.

Foi um corre corre! Após chuva de críticas, a Emenda Destaque do Partido Novo foi usada como tentativa de escapatória, manobra usada pelos parlamentares que votaram a favor do fundão de R$6 bilhões.

Os parlamentares tentaram alegar que, apesar de terem votado a favor da LDO, votaram também pela aprovação do destaque apresentado pelo Partido Novo que tentava retirar o Fundão do texto. 

O destaque foi votado após aprovação do texto-base da LDO. A tentativa de retirar o Fundão foi rejeitada em votação simbólica, ou seja, sem cada deputado registrar seu voto. 

A REDE

Homero segue sendo o principal rival do prefeito de Maringá Ulisses Maia, recentemente a esposa do prefeito sofreu um ataque supostamente realizado por Hacker, que usou rede social da primeira-dama de Maringá para atacar o presidente Bolsonaro. 

A difamação foi compartilhada pelo deputado maringaense Homero Marchese, que não comprovou a fonte da informação. O deputado federal Filipe Barros (que é de Londrina) seguindo o posicionamento de Homero Marchese também publicou a difamação contra a esposa do prefeito de Maringá. Veja:


ELEIÇÕES DE 2020 - Foto: Filipe Barros, Paulo Martins, Soldado Adriano José, Homero Marchese e Sargento fahur. Juntos pela candidatura de Marchese para prefeito de Maringá.

Leia também:

Capitão Rodrigo, amigo do deputado Adrian José é preso em operação do Gaeco



Nenhum comentário