Últimas Notícias

Prefeitura autua granja agropecuária que praticava maus-tratos a animais

Fotos: Aldemir de Moraes/PMM

A Prefeitura de Maringá fiscalizou nesta quarta, 14, uma granja agropecuária sem alvará que mantinha coelhos e cachorros em condições insalubres e sem higiene. Foram identificados 276 coelhos em situação de maus-tratos. Muitas gaiolas estavam sem água e comida, com animais machucados, doentes e alguns mortos. Também havia medicamentos vencidos no local. 

As veterinárias da Prefeitura de Maringá avaliaram a saúde dos animais. Os doentes e machucados foram encaminhados para a clínica veterinária do Bem-Estar Animal da Prefeitura onde receberão atendimento. O proprietário será multado em R$ 2 mil por animal, podendo entrar com recurso, e tem três dias para regularizar o espaço de acordo com orientações do Conselho Regional de Medicina Veterinária. De acordo com o proprietário, os animais eram vendidos. 

A ação foi realizada em conjunto entre a Secretaria de Meio Ambiente e Bem-estar Animal, Secretaria de Fazenda, Secretaria de Trabalho, Renda e Agricultura, Guarda Municipal, Conselho Regional de Medicina Veterinária e Agência de Defesa Agropecuária do Paraná.

O diretor de Bem-Estar Animal, Ivan Zakaluk, reforçou a importância da denúncia. “Sempre que identificar ações como essa, o contribuinte deve denunciar por meio da Ouvidoria Municipal (156). É lamentável ver os animais em situação de maus-tratos, doentes, sem água e alimento.”







Nenhum comentário