Últimas Notícias

Ricarbo Barros desmente Luiz Paulo após entrevista da Folha de São Paulo; "nomeação de Roberto Dias não é minha indicação"

Deputado federal Ricardo Barros / Divulgação

Ricardo Barros (PP-PR), líder do governo na Câmara, desmente na noite desta terça-feira (29), Luiz Paulo Dominguetti Pereira, representante da empresa Davati Medical Supply, que disse em entrevista à Folha de São Paulo, que a nomeação de Roberto Dias, diretor de Logística do Ministério da Saúde, acusado de cobrar propina por vacina, foi indicado ao cargo por ele.  

Segundo nota de Barros, na verdade a nomeação ocorreu em 8 de janeiro de 2019, na gestão do ex-ministro Luiz Henrique Mandetta (DEM), no início da atual gestão presidencial, quando o deputado ainda não estava alinhado ao governo Bolsonaro.

Veja a nota do deputado federal Ricardo Barros, desmentindo a afirmação de Luiz Paulo em entrevista concedida à Folha:

Nota à Imprensa 

Sobre os fatos divulgados nesta terça-feira (29) esclareço que: 

Em relação à matéria da Folha de São Paulo, reitero que a nomeação de Roberto Ferreira Dias no Ministério da Saúde ocorreu no início da atual gestão presidencial, em 2019, quando eu não estava alinhado ao governo.  Repito a informação que já disse à imprensa: não é minha indicação. Desconheço totalmente a denúncia da Davati. 

Quanto à matéria da revista Crusoé, conheço o Silvio Assis. Estive várias vezes em sua casa onde encontrei diversas autoridades e parlamentares, inclusive o deputado Luis Miranda. Mas nunca tratei com ele ou Miranda qualquer tema relacionado às vacinas. Reitero que não participei de nenhuma negociação referente a compra da Covaxin.

RICARDO BARROS

Deputado Federal

O diretor do Ministério da Saúde Roberto Dias, é acusado de cobrar do representante de uma vendedora de vacina propina de US$ 1 por dose em troca de fechar contrato com a pasta. Segundo Luiz Paulo Dominguetti Pereira, a cobrança de propina aconteceu em um jantar em Brasília no dia 25 de fevereiro.

Deputado federal Ricardo Barros / Divulgação


Nenhum comentário