Últimas Notícias

Nesta terça Maringá tem a menor temparatura do ano (1,7°C) e na quarta o frio será mais intenso, inclusive com possibilidade de geadas

Foto: Reprodução/Maringá em Fotos/Thiago Louzada

Segundo o Simepar, as primeiras horas e o amanhecer desta terça-feira (29) foi muito gelado devido ao avanço da massa de ar polar e o indicativo é de que quarta e quinta-feira as geadas sejam amplas, previstas para muitos dos municípios paranaenses. 

O resfriamento atinge todo o Estado com temperaturas negativas em alguns municípios e continua chovendo em muitas cidades. O ar muito frio e a alta umidade propiciam uma condição favorável para ocorrência de precipitação invernal - principalmente chuva congelada - no centro-sul paranaense nas próximas horas.

De acordo com o Sistema de Tecnologia e Monitoramento Ambiental do Paraná (Simepar) Maringá, registrou a temperatura mais baixa do ano: 1,7°C. A sensação térmica às 7h, foi maior ainda, os termômetros marcavam 2,2°C na cidade, com sensação negativa, de -1°C.

A partir desta terça-feira, 29 de junho, espera-se uma gradual diminuição da condição de instabilidade sobre o Paraná. O estabelecimento de uma forte massa de ar seco e frio sobre o Sul do Brasil deixa as temperaturas bastante baixas nos três estados. Fica bem gelado na madrugada e nas primeiras horas da manhã. Condição propícia para formação de geadas em várias cidades paranaenses.

O frio se mantém rigoroso na quarta-feira (30) e amanhece com temperaturas muito baixas em praticamente todo o Paraná. Madrugada muito gelada, com tendência de termos valores negativos de temperatura e geadas fortes em muitos municípios da metade sul do Estado. Até mesmo na faixa norte pode ter geada no amanhecer. Não há previsão de chuva. 

Alerta de Geada

A forte onda de ar frio se intensifica ainda mais sobre todas as regiões do estado do Paraná entre a noite da terça-feira e a madrugada de quarta-feira. O frio será rigoroso em todas as áreas do Paraná, inclusive nas praias e há previsão de geadas para todas as regiões conforme mapa.


Saiba mais, acesse: http://www.simepar.br

Nenhum comentário