Últimas Notícias

Lázaro está 'para matar ou morrer' diz esposa, serial killer é "satanista" diz delegado

Lázaro Barbosa/Divulgação

Portal R7 | Lázaro Barbosa, 33, é suspeito de matar quatro pessoas da mesma família em Ceilândia (DF) e tem sido perseguido há mais de uma semana pela polícia de Goiás.

A mulher de Lázaro Barbosa, o serial killer procurado pela polícia do Distrito Federal, falou com exclusividade ao repórter Roberto Cabrini do Domingo Espetacular. Helen disse que Lázaro é um bom marido, um bom pai (eles têm uma filha de dois anos) e que o criminoso não irá se entregar. "Ele está para matar ou morrer", afirma.


"Todo casal tem suas brigas, sua arrogância, mas, de [ter] agressão a mim, não. O amor dele pela filha dele é verdadeiro. O amor dele por mim é verdadeiro também, mas eu acho que não quero mais viver essa vida porque, mesmo ele estando preso, tenho que estar junto, se eu for ter que visitar ele. Ele foi uma pessoa boa pra mim, mas a confiança acabou. Respondeu a mulher de Lázaro ao repórter Roberto Cabrini. 

Pânico satânico 

A polícia encontrou objetos e itens que indicam que o assassino em massa Lázaro Barbosa, conhecido como "serial killer de Brasília", praticava rituais em uma casa em Cocalzinho, Goiás (GO). O procurado vivia na residência. As buscas se concentram nessa região, com mais de 200 policiais envolvidos na ação. Ele é procurado há 9 dias.

As imagens foram divulgadas por um delegado que participa da caçada ao assassino. Também foi encontrada uma inscrição na parede com a palavra "Satan", satanás em inglês. 

A morte de Cleonice Marques de Andrade, 43 anos, teria ocorrido em um ritual satânico. A polícia encontrou mechas de cabelo e uma orelha arrancada próximo ao córrego onde a vítima foi encontrada no último sábado (12), entre a DF-180 e a BR-070.

A investigação quer descobrir se alguém morava junto com Lázaro na casa onde foram encontrados os itens, e há quanto tempo vivia no local.



Portal UOL | A afirmação de um delegado de que o "matador de Brasília" seria "satanista" levanta um debate polêmico. Relatos sobre supostos rituais e declarações de que ele estaria "possuído" assustam a população rural do Planalto Central e repetem um enredo bastante conhecido no país, que liga mortes violentas a sacrifícios e cultos. A situação de Lázaro evoca, por exemplo, o que é descrito na série documental "O Caso Evandro", recentemente lançada pelo Globoplay. O documentário trata dos acontecimentos que se seguiram ao assassinato de Evandro Caetano, de seis anos, na cidade de Guaratuba (PR) em 1992. A descrição, no entanto, pode se aplicar a vários outros casos ocorridos no exterior e no Brasil ao longo de décadas.

Lei de abuso de autoridade 


O Delagado Jacovós disse no programa Bom Dia Maringá, desta segunda, 21, que a nova lei de abuso de autoridade protege a imagem do Serial Killer, Lazaro Barbosa, "A lei de abusdo de autoridade que foi aprovada agora em 2019 só protege bandido, se prender o Lázado, policial não pode mostrar o rosto dele" disse Jacovós.

Polícia divulga imagens dos rituais

Vejam mais imagens de rituais satânicos encontrados na casa de Lázaro Barbosa e difulgadoas por delegado que participa das buscas:








Nenhum comentário