Últimas Notícias

Mansão dos chefes de facção mortos no Ceará avaliada em R$ 3,7 milhões vai a leilão

Mansão em que moravam os chefes do grupo criminoso será leiloada a partir de 1º de junho (Foto: Divulgação/Polıć ia Federal)

A Justiça Federal no Ceará determinou que a mansão de luxo de Rogério Jeremias de Simone, o “Gegê do Mangue”, e Fabiano Alves de Souza, o “Paca”, chefes de facção mortos no Ceará em 2018, deverá ser leiloada. A decisão foi publicada no Diário da Justiça Eletrônico da última quarta-feira (5). 

‘Gegê do Mangue’ e ‘Paca’ foram assassinados por integrantes da mesma organização criminosa, na área de reserva indígena no município de Aquiraz, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). Eles teriam sido mortos por suspeita de desvio de dinheiro após um voo fretado pela própria facção. Dez pessoas são suspeitas de envolvimento no duplo homicídio. 

A mansão foi avaliada, em 12 de março de 2021, em R$ 3,7 milhões. A residência tem 580 m² de área construída em uma área total de 914,96 m², cuja localização fica no loteamento Alphaville Eusébio Residencial, na cidade de Eusébio, na RMF. Em agosto de 2020, veículos dos faccionados foram a leilão, cuja avaliação era de R$ 1,3 milhão. 

De acordo com a decisão da 32ª Vara da Seção Judiciária do Ceará, a licitação deve ser aberta no dia 1º de junho de 2021 a partir de 15h, totalmente de forma on-line. Caso não haja ofertas, ocorrerá um novo leilão no dia 14 de junho. 

Quem arrematar a mansão de luxo deverá pagar o valor sugerido à vista, além de 5% do valor total relativo à comissão do leiloeiro. Também deverão ser quitados o ressarcimento das despesas com remoção, guarda e conservação dos bens. O pagamento deverá ser feito por meio de depósito em conta indicada pela Justiça em até 72 horas do recebimento da guia judicial. 

Fonte: G1 CE

Nenhum comentário