Últimas Notícias

Homero Marchese é contra a decisão de Bolsonaro que isenta pedágios para motocicletas

Deputado Homero Marchese versus Presidente Jair Bolsonaro

Por repórter Jota Silva

Na sessão plenária desta quarta-feira, 19/05, na Assembleia Legislativa do Paraná, o deputado estadual Homero Marchese (PROS/PR) se posicionou contrário a decisão do presidente Jair Bolsonaro que defendeu a isenção de motos no pagamento de pedágios de rodovias.

No caso das motos, Homero não acha correto isentar os motociclistas e alega que a conta seria paga por outra pessoa, no caso o caminhoneiro, porém essa alegação do deputado é equivocada já que novos contratos de exploração dos pedágios estão sendo discutidos no Paraná, os atuais vencem em novembro, a nova concessão das rodovias que cortam o Paraná será baseada em torno da menor tarifa oferecida ao usuário.

Além de ser contra a isenção para motos, Homero Machese também se posicionou contra a isenção para moradores que residem próximo as praças de pedágios e criticou dizendo que essa isenção é medida populista e quem usa paga, ou seja, quem usar deve pagar.

Homero finalizou defendendo as concessionárias; “a gente não pode nunca deixar que nesse assunto o populismo passe por cima do interesse público, porque também nenhuma empresa vai assumir esses contratos de graça sem a remuneração que entenda justa”

A fala do deputado Homero Marchese vai contra os interesses do presidente Bolsonaro, que pretende isentar tarifa para motos em todo o Brasil e taxa mais justas para a população.

A atitude do deputado Homero é comum, ele vem mostrando oposição ao governo federal em seus “pitacos” nas redes sociais. Entretanto ao se posicionar contrário a isenções para motociclista e moradores, por simples interesse político é prejudicial ao povo. A maioria dos motociclistas são pobres e usam o veículo para trabalhar. Homero esquece que muitos moradores precisam passar várias vezes nas praças de pedágios diariamente para irem trabalhar nas regiões próximas.

Afinal de que lado o deputado Homero Marchese está, do povo ou das empresas de pedágio?

Bolsonaro criticou os o valor do padágio no Paraná e disse que a taxa é um assalto a mão armada.

Veja um resumo da sessão na ALEP com a fala do deputado Homero Marchese juntamente com opinião do preidente Bolsonaro:


2 comentários:

  1. O cara fala somente para aparecer... acho que até está conseguindo... pois nunca havia falado neste....

    ResponderExcluir
  2. Ele vai precisar de voto do povo novamente.....

    ResponderExcluir