Últimas Notícias

Forças de segurança farão ação especial no fim de semana, incluindo preocupação com vestibular

Final de semana será de atenção em Maringá em prevenção ao coronavírus
Foto: Aldemir de Moraes / PMM

O Grupo de Gestão Integrada (GGI) prepara uma ação conjunta especial para verificar o cumprimento do decreto municipal em prevenção ao coronavirus no final de semana. Inclusive com atenção especial ao vestibular da Universidade Estadual de Maringá (UEM). A decisão foi tomada esta manhã (20) durante reunião no Paço Municipal com a coordenação do GGI e a Polícia Militar. Ficou definido pela intervenção em pontos de aglomeração que geram denúncias da comunidade, como a avenida Petrônio Portela, a rua Paranaguá, entre outros.

Também haverá rigor nos casos de perturbação do sossego, descumprimento dos horários de fechamento dos estabelecimentos e toque de recolher. A multa pela falta de máscara de proteção ou descumprindo o toque de recolher é de R$ 1 mil cada.  

O Vestibular 2020 da UEM será realizado nos dias 23 (domingo) e 24 (segunda-feira). Normalmente, o evento se configura como uma data importante para o comércio, restaurantes, bares e entretenimento. A cidade se prepara para receber os estudantes. Este ano, dos 8.314 estudantes que farão as provas em Maringá, 4.732 são de outras cidades. Desta vez, com o agravamento da pandemia e medidas restritivas, os coordenadores do GGI orientam que os vestibulandos se atentem para o decreto. 

“É preciso que todos os estudantes, em especial aqueles que vêm de outras cidades, observem horários dos restaurantes e, diariamente, o toque de recolher que é entre 22h e 5h. Não permitiremos aglomeração nas vias e espaços públicos, entre outras situações”, frisa o secretário de Segurança de Maringá, Ivan Quartaroli.

Também será verificado o cumprimento da Lei Seca (lei 8054), que proíbe a venda e consumo de bebida alcoólica no entorno da UEM. A proibição vale entre 20h de amanhã (21) até 24 horas após o encerramento das provas. A multa prevista na lei em casos de descumprimento é de R$ 5 mil para estabelecimentos e de R$ 500 para vendedores autônomos e apreensão dos produtos. Os estabelecimentos também estão sujeitos às autuações previstas no decreto municipal.

Participaram da reunião hoje os secretários de Fazenda, Orlando Chiqueto, de Governo, Hércules Kotsifas, de Segurança, Ivan Quartaroli, de Mobilidade Urbana, Gilberto Purpur, o Capitão da PM, Alexandro Gomes, tenente da PM, Jefferson Thomaz Alvez de Carvalho, diretores das secretarias e policiais militares.

• horários dos restaurantes:
- entre segunda e sexta: consumo no local até às 21h e delivery até às 23h;
- aos sábados: consumo no local até às 15h, retirada até às 21h e delivery até às 23h;
- aos domingos: proibido consumo no local, retirada até às 21h e delivery até às 23h

Nenhum comentário