Últimas Notícias

Ao vivo - CPI da Pandemia ouve Eduardo Pazuello, ex-ministro da Saúde

Ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello durante depoimento à CPI da Pandemia/Agencia Senado

A Comissão Parlamentar de Inquérito da Pandemia se reúne para ouvir o ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello a respeito de medidas adotadas no combate ao coronavírus durante sua gestão, de 16 de maio de 2020 a 23 de março de 2021, especialmente em relação ao agravamento da crise sanitária no Amazonas com a falta de oxigênio para os pacientes internados.

O ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello retomou seu depoimento na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid nesta quinta (20/5), após um primeiro dia cheio de contradições em suas falas.

"As versões das pessoas podem não concordar com as versões que estou apresentando. Mas meu compromisso de dizer a verdade está muito além da CPI", afirmou Pazuello ao início do segundo dia de depoimento à CPI.

Para os senadores opositores ao governo, as respostas do ex-ministro na terça não corresponderam aos fatos conhecidos e relatados por outras testemunhas na CPI.

"O depoimento do ministro Pazuello foi verdadeiramente sofrível. Infelizmente, ele mentiu muito", criticou o senador Renan Calheiros (MDB/AL), relator da CPI, em entrevista coletiva na noite de quarta.

Temas tratados na terça voltam à pauta neste segundo dia de depoimento, e senadores confrontam o ex-ministro sobre suas contradições.

Pazuello afirmou que concorda com a importância do uso de máscaras e o distanciamento social. Questionado então pelo senador Eduardo Braga (MDB-AM) por que foi fotografado sem máscaras em um shopping, Pazuello afirmou que sua máscara tinha ficado inutilizada no carro e que ele andou por apenas 8 metros sem máscara, até conseguir comprar uma nova.

Nenhum comentário