Últimas Notícias

Fiscalização autua jovens que participavam de festa clandestina em chácara de Maringá

Foto: Prefeitura de Maringá

O Grupo de Gestão Integrada (GGI) autuou ontem (17), em Maringá, dez pessoas que descumpriam o toque de recolher e uma pela falta do uso de máscara de proteção.  Também foram feitas 26 vistorias, uma orientação, uma autuação em uma chácara de eventos no Jardim Novo Paulista e uma interdição de festa de casamento. 

O GGI está focado em verificar denúncias de festas clandestinas por toda a cidade. Inclusive com encaminhamento ao Ministério Público de anúncios que são feitos na internet. 

Segundo a Prefeitura, esses eventos em locais públicos, ruas ou chácaras são potenciais focos de contágio do coronavírus. Tem sido comum em Maringá casos de Covid-19 em jovens. O que não acontecia no ano passado, quando a doença preferencialmente atingia faixa etária 60+. A situação é grave, pois os jovens participam das festas clandestinas podendo se contaminar, levar o vírus para dentro de casa e local de trabalho e disseminar a doença entre amigos e familiares.  

As vistorias seguem hoje em três turnos. De manhã, a saída foi às 9 horas. À tarde, serão 14 e 20 horas. As denúncias de descumprimento do decreto municipal em prevenção ao coronavírus devem ser feitas no 153 (Guarda Municipal), 156 (Ouvidoria) e na Ouvidoria Online.

Fonte: Diretoria de Comunicação da Prefeitura de Maringá.

Nenhum comentário