Últimas Notícias

Empreendedores já podem negociar dividas com a Fomento Paraná

Foto: Geraldo Bubniak

Preocupada com a retomada da atividade econômica no Estado, a Fomento Paraná está lançando uma campanha para sensibilizar e estimular os clientes a procurar a instituição e solicitar a renegociação de contratos para evitar o acúmulo de dívidas. A renegociação permite a concessão de novo prazo de carência, além da ampliação do prazo de pagamento, que pode reduzir o valor da parcela.

“Entendemos a dificuldade das empresas neste momento e queremos ajudar. Algumas empresas atrasam alguns pagamentos e outras estão com as receitas reduzidas, o que gera uma grande preocupação em quem tem um pequeno negócio”, afirma Nildo Lubke, diretor Jurídico da Fomento Paraná. “Para tranquilizar esse empreendedor estamos sugerindo que solicite a renegociação para poder retomar os pagamentos no segundo semestre, quando boa parte da população estará vacinada e a atividade das empresas deve voltar ao normal”.

Segundo o diretor, o governador Carlos Massa Ratinho Junior anunciou o congelamento dos pagamentos de até seis parcelas dos créditos contratados no ano passado pela linha de crédito Paraná Recupera. “Estamos atualizando as normas internas e preparando a plataforma de processamento para receber esses pedidos on-line, bem como sensibilizando nossos parceiros da rede de agentes de crédito sobre a importância dessa ação junto à clientela nesse momento”, explica Lubke

O diretor-presidente da instituição, Heraldo Neves, destaca outro ponto importante da nova campanha de renegociação. Ele explica que quando o cliente atrasa as parcelas, porque não consegue pagar, esse dinheiro não pode ser emprestado a outro empreendedor. Ao mesmo tempo, a instituição é obrigada a fazer uma provisão de recurso em caixa para cobrir esse débito, e também não pode emprestar esse dinheiro a outro empreendedor.

“A sociedade acaba perdendo duas vezes, pelo dinheiro que não retorna para o sistema e pelo dinheiro da provisão que usamos para cobrir a dívida”, afirma Neves. “Por isso sugerimos sempre que o cliente renegocie e jogue as parcelas para frente, peça carência, aumente o prazo para reduzir as parcelas e evitar a inadimplência. Todos ganham.”

OUTRAS LINHAS – De acordo com o diretor Nildo Lubke, além da linha Paraná Recupera, também podem ser renegociados os contratos de microcrédito e das linhas que usam repasses de recursos do BNDES ou do Fungetur (Ministério do Turismo). Por isso o cliente deve ficar atento às notícias, pois novas condições de renegociação podem ser divulgadas.

“Cada organismo tem uma regra diferente para renegociação dos recursos que repassa, mas em alguma medida todos os contratos podem ser atendidos com algum processo, seja alongando o parcelamento, aumentando a carência ou suspendendo alguns pagamentos”, detalha o diretor.

A Fomento Paraná atua por meio de parceria nos municípios. Ao final de 2020 a instituição estava presente em 246 municípios com agentes de crédito e em 58 municípios com correspondentes, parcerias que proporcionam pontos de atendimento em 265 cidades paranaenses. O objetivo é chegar a 300 municípios com parcerias neste ano.

COMO RENEGOCIAR – Para conhecer as opções de renegociação para regularização de débitos ou suspensão de pagamentos o empreendedor deve entrar em contato com a equipe de Renegociação e Cobrança, por meio do portal institucional http://bit.ly/FomentoRenegocia, por meio do e-mail cobranca@fomento.pr.gov.br, do WhatsApp Corporativo (41) 999389215 – no “Menu [5] Cobrança e Renegociação de Contratos”, ou ainda da rede de agentes de crédito nos municípios. A relação de agentes está disponível na capa do portal institucional www.fomento.pr.gov.br.

Confira as facilidades

Linha Paraná Recupera
Isenção de Tarifa de Renegociação de Crédito
Carência de até 180 dias para começar a pagar
Até 60 meses para pagar (com parcela mínima de R$ 100,00)
Elegibilidade: Todos contratos da linha Paraná Recupera e Paraná Recupera Transportes.

Demais linhas de crédito
Carência de 60 dias a 24 meses
Elegibilidade: Ter pago ao menos uma parcela do contrato (sujeito a análises adicionais).
Regras da fonte do recurso.

Importante: para todos os casos é necessário o cliente formalizar o pedido junto à Fomento Paraná.

Nenhum comentário