Últimas Notícias

Maringá; Servidores da saúde que fazem o combate da Covid-19 pedem reposição salarial

 

Atualizado às 17:08h

Servidores da rede pública de saúde de Maringá que estão na linha de frente combatendo a pandemia de coronavírus estão preocupados com falta de sucesso nas tentativas de negociação do SISMMAR - Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Maringá que pleiteia reposição salarial para 2021.

Os servidores estão revoltados com a possibilidade dos seus salários não serem reajustados, em desabafo ao repórter Jota Silva do postal Saiba Já News, uma servidora de UBS disse que agora eles estão trabalhando na linha de frente no combate de combate à Covid-19 de domingo a domingo, ela relatou também que desde o começou a pandemia não pararam ou reduziram suas atividades igual os professores e outras categorias, muito pelo contrário, estão trabalhando no limite.

“Estamos revoltados, ontem aqui na UBS vacinamos mais de mil pessoas, a gente não tem queixa, fazemos o nosso trabalho por que a gente ama, mas também precisamos sobreviver” relata uma servidora da saúde.

A prefeitura estuda um reajuste para os funcionário públicos, porém lei federal impede o reajuste até 31 de dezembro de 2021. Veja:

REAJUSTE ESTÃO IMPEDIDOS POR LEI FEDERAL

STF mantém lei que proíbe reajuste para servidores até dezembro

Por unanimidade, o plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) julgou constitucional na noite de sexta-feira (12/03) toda a Lei Complementar 173/2020 que, no contexto da pandemia, ficou conhecida como Lei de Socorro aos Estados, incluindo o trecho que proíbe o reajuste no salário de servidores federais, estaduais e municipais até 31 de dezembro de 2021.

Fonte: Agencia Brasil (Veja Aqui)


Nenhum comentário