Últimas Notícias

Em reunião realizada neste domingo a prefeitura de Maringá decidiu prorrogar o decreto atual até 29 de março

Neste domingo, a prefeitura de Maringá, realizou uma reunião para avaliar situação epidemiológica na cidade e debater as melhores medidas preventivas.

A prefeitura de Maringá em decisão conjunta com o Comitê Emergencial de Enfrentamento à Covid-19, o presidente da Câmara, Mário Hossokawa, e a promotora de Justiça, Michele Nader, resolveram prorrogar o decreto atual até 23h59 do dia 29 de março para frear ainda mais o vírus e salvar vidas.

"O decreto tem sido assertivo, pois mostrou que a diminuição da circulação de pessoas fez cair o número de infectados, de 55 mil na 15ª regional para 23 mil. Outros indicadores também sinalizam queda. Mas, é importante lembrar que o cenário ainda é preocupante. " Afirmou o prefeito Ulisses Maia no Facebook.
Durante a reunião a promotora de Justiça Michele Nader destacou o receio sobre a flexibilização de algumas atividades. Para ela “as pessoas perderam a consciência da gravidade do virus. Quando libera parques e outros locais, elas ficam mais tranquilas e se esquecem dos cuidados".


O presidente da Câmara Municipal, Mario Hossokawa, adiantou a posição do Legislativo mediante o cenário. “Fizemos reunião com vereadores e firmamos pacto para não criar projetos beneficiando determinados segmentos". Deu exemplo de projeto colocando igreja como essencial para que elas pudessem abrir. "Penso que não devemos amenizar o decreto. Evangélicas deveriam seguir o exemplo da igreja católica. E preciso que o bom senso prevaleça". Complementou.

O secretário de Saúde, Marcelo Puzzi, apresentou balanço epidemiológica dos últimos 15 dias. “O número de pessoas infectadas caiu de 55 mil na 15ª regional para 23 mil. Outros indicadores sinalizam queda. Isso é causado pela diminuição da circulação de pessoas. O atual decreto que tem sido muito assertivo”, afirmou.

O prefeito Ulisses Maia afirmou: “Temos que conscientizar a população de que os números sobre transmissão melhoraram. Isso porque tomamos decisões antes mesmo de muitas cidades do Paraná. Ainda assim não podemos descuidar. Por isso é preciso manter por mais alguns dias as medidas e consolidar este quadro de diminuição dos índices epidemiológicos”.


Neste domingo, acabamos de realizar mais uma reunião para avaliar situação epidemiológica na cidade e debater as...

Publicado por Ulisses Maia em Domingo, 21 de março de 2021

Um comentário:

  1. Vocês baixaram seus salários ? Vocês irão pagar as contas do pessoal que fechou suas empresas, e dos funcionários dispensados? Outra coisa todos os segmentos são essenciais, porque coloca comida na mesa do rico e também do mais humilde, as eleições estão aí. Reflitam isso

    ResponderExcluir