Últimas Notícias

Consórcio para compra de vacinas é oficializado e Maringá inicia mobilização para aquisição dos imunizantes

 


O prefeito Ulisses Maia participou nesta segunda-feira, 22, da assembleia virtual, que oficializou a criação do Conectar - Consórcio Nacional de Vacinas das Cidades Brasileiras, entidade formada para negociar a compra de imunizantes contra a Covid-19. 

Votaram o estatuto do consórcio e a designação da comissão eleitoral um grupo de 1.192 prefeitos e prefeitas, que cumpriram os prazos de manifestar o interesse de participar da associação e também da aprovação de leis municipais autorizativas. Maringá foi a 1ª do Paraná, a aderir ao consórcio de vacinas. Na próxima segunda-feira, 29, haverá a votação da diretoria.

O prefeito Ulisses Maia iniciou as mobilizações para aquisição de vacina no final do ano passado. “Estamos trabalhando muito para conseguir as vacinas. O que nos queremos é imunizar o maior número de pessoas, o mais rápido possível”.

Maia lembra que ainda não há tratativa sobre qual será o laboratório, pois depende da aprovação pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). “Não foi discutido ainda sobre preço da vacina. O preço da vacina será pago pelo consórcio e os valores são padronizados em nível internacional, inclusive com os mesmos praticados pelo Ministério da Saúde”, destaca. 

O presidente da Frente Nacional dos Prefeitos, Jonas Donizette, informou durante a reunião, que o grupo está cumprindo todos os prazos em tempo recorde. “Essa união para o consórcio nos fortalece para imunizarmos o máximo de pessoas”. A consultora da Frente Nacional dos Prefeitos (FNP) e epidemiologista, Carla Domingues, sugeriu durante a reunião, que Conectar tente a aquisição de 20 milhões de doses de vacinas.

Nenhum comentário