Últimas Notícias

Projeto proíbe a suspensão de aulas presenciais e torna essenciais os serviços e as atividades educacionais em Maringá

Na manhã desta terça-feira, 23, um Projeto de Lei em regime de urgência sobre as atividades escolares chegou ao plenário da Câmara Municipal de Maringá.

O projeto de lei do vereador Sidnei Telles (AVANTE) torna essenciais os serviços e as atividades educacionais. O primeiro artigo do projeto impede que os exercícios das atividades presenciais sejam sujeitos a suspensão ou interrupção.

O Projeto de Lei, poderá passar por três votações, se aprovado, será encaminhada para o prefeito Ulisses Maia, que terá 10 dias para sancionar ou vetar.

Na sessão ordinária desta terça-feira, a maioria dos vereadores se colocaram favoráveis ao projeto.

Decisão Adiada

O regime de urgência foi retirado pelo vereador Sidney Telles, o projeto agora seguirá tramitação normal e deverá voltar a ser pauta, daqui a duas ou três semanas. 

Lockdown

Segundo o presidente Mário Hossokawa, a cidade vive um momento delicado devido ao aumento de casos de Covid-19 e até sugeriu um Lockdown por uma semana em Maringá.


Nenhum comentário