Últimas Notícias

Maringá; pesquisa de preços da cesta básica identifica diferença de até 153% em produto

O Procon de Maringá fez a primeira pesquisa de preços dos produtos da cesta básica do ano. Levantamento em 82 itens foi realizado na última terça-feira (16) em lojas de cinco redes de supermercados. A diferença média entre produtos foi de 31,6%. A maior variação foi constatada no setor de hortifrutis. A batata inglesa branca teve diferença de 153%. O quilo mais barato foi de R$ 1,97 e o mais caro de R$ 4,99. 

“O consumidor precisa tomar bastante cuidado ao realizar as compras”, alerta a diretora do Procon, Patrícia Parra. “Deve pesquisar sempre. Não tem um estabelecimento em que tudo é mais barato. Mas, sim alguns itens. Por isso, a pesquisa ajuda a economizar”.


Entre as carnes, a maior diferença está na bisteca de lombo suína com 79,47%. O quilo mais barato foi de R$ 13,98 e o mais caro de R$ 25,09. Já entre os produtos de higiene e limpeza a maior variação está no desinfetante de 500ml, 76,31%. O menor preço foi de R$ 2,49 e o maior de R$ 4,39. Na mercearia, a maior diferença foi no sachê de 340 gramas de molho de tomate, 117,17%. O menor valor foi de R$ 0,99 e o maior de R$ 2,15. 
Confira o anexo com lista de todos produtos pesquisados nas redes Angeloni, Bom Dia, Muffato, Cidade Canção e Condor. 


O Procon maringaense faz vistorias e pesquisas frequentemente. O foco é orientar o consumidor a comprar produtos de qualidade com preços justos. No ano passado foram feitas várias vistorias entre os fornecedores, distribuidores e supermercados, atualizando e cobrando sobre reajuste de preços. Está em andamento agora pesquisa de preços de combustíveis, atendendo denúncias da comunidade. E também uma de pescados, já prevendo aumento no consumo de peixes durante a Semana Santa, que será no final de março. 

CANAIS:
• Denúncia: (44) 98402-0433 
• Atendimento: 151 
• E-mail: procon@maringa.pr.gov.br
• Também há atendimento pelo app Procon na Mão

Nenhum comentário