Últimas Notícias

Homem é multado em R$ 1 mil reais por caminhar sem máscara na pista emborrachada do Parque do Ingá

 

As equipes do Grupo de Gestão Integrada (GGI) fizeram na tarde de hoje (25) uma ação de orientação sobre uso de máscara de proteção. As vistorias aconteceram ao redor do Parque do Ingá e da Vila Olímpica. 

Quatro pessoas foram multadas no total. Um homem recebeu multa de R$ 1 mil ao ser flagrado caminhando na pista emborrachada do Parque do Ingá sem máscara. Ele foi abordado pela Guarda Municipal, orientado sobre importância da prevenção e, em seguida, multado. “Estamos abordando as pessoas com educação e respeito. Mas, deixamos claro que o decreto precisa ser respeitado e cumprido”, comentou o secretário de Segurança Pública, Ivan Quartaroli. 

Segundo a prefeitura, o objetivo é conscientizar os frequentadores dos espaços públicos a seguirem normas do decreto municipal de prevenção ao coronavírus, usando máscara e evitando aglomeração. 

Foram registradas mais de 50 orientações até o final da tarde. No geral, as abordagens foram recebidas positivamente pelas pessoas que caminhavam nos espaços. Fiscais e agentes do GGI parabenizavam quem passava usando máscara. O trabalho de orientação prossegue no final semana, assim como as vistorias no comércio, bares e restaurantes, no período da noite. 

Desde março do ano passado já foram aplicadas 22 autuações pela falta do uso de máscara de proteção e 29 pelo descumprimento do toque de recolher. 

Na noite de ontem (24) o GGI fez 13 vistorias e orientou quatro estabelecimentos sobre horário de fechamento. Na ação, não foi aplicada nenhuma multa ou interdição. Foram registradas 442 denúncias, sendo 40 na Ouvidoria para o GGI e 28 na Guarda Municipal. O restante, foi sobre atendimentos e serviços gerais das secretarias municipais. 

RIGOR - O GGI se prepara para reforçar o trabalho no final de semana, com mais equipes. As vistorias serão entre 20h e 2h da madrugada, verificando denúncias da comunidade nos telefones 153 (da GM) e 156 (da Ouvidoria). 

Os casos mais comuns são sobre festas clandestinas, aglomeração de pessoas, falta da máscara de proteção, uso irregular da calçada, atendimento fora do horário permitido no decreto, falta de distanciamento entre as mesas, entre outros. Também será verificado cumprimento do toque de recolher, entre 21h e 5h. O descumprimento flagrado gera multa de R$ 1 mil. 

Participam do GGI as secretarias de Fazenda (SeFaz), de Mobilidade Urbana (Semob), de Saúde, de Meio Ambiente (Sema), a Guarda Municipal, a Comunicação e a Polícia Militar. As vistorias são um trabalho de prevenção para reduzir os riscos de contaminação pelo coronavírus. Os casos em Maringá estão aumentando e a cidade está chegando ao limite de ocupação dos leitos hospitalares para pacientes com coronavírus. 






VISTORIAS DO GGI

24 de fevereiro de 2021, quarta-feira

• 442 DENÚNCIAS 

- 374 geral 

- 40 da Ouvidoria para GGI

- 28 da Guarda Municipal

• 13 vistorias

• 4 orientações

• nenhuma interdição

• quatro multas por falta de máscara

Nenhum comentário