Últimas Notícias

Greve Geral no transporte público causa problemas aos trabalhadores em Maringá

 


Motorista da TCCC que fazem o transporte na cidade de Maringá e região e da Cidade Verde, que fazem o transporte metropolitano, promovem greve geral por não receberam os salários integrais.

Reportagem: Jota Silva (Saiba Já News) e Ailton Machado (Programa Bom Dia Maringá- Canal 10)

Os funcionários organizaram uma Greve Geral que começou na manhã desta segunda, 8 de fevereiro. Os ônibus que fazem o transporte público em Maringá, Sarandi, Paiçandu e outras cidades em que a empresa opera não saíram das garagens.

Os motoristas que trabalham no transporte urbano pela TCCC receberam 55% dos salários e os que fazem o transporte metropolitano pela Cidade Verde receberam 65% dos salários.

Na manhã desta segundo muitos trabalhadores tiveram dificuldades para chegar ao trabalho, usuários reclamaram do transporte por aplicativo, com a greve, chamar um UBER ficou 50% mais caro.  

O prefeito Ulisses Maia chegou a marcar uma entrevista coletiva, porém fomos informados que ele teve que ir para Curitiba, mas nas redes socias o prefeito de Maringá disse que notificou a empresa TCCC para que pague os salários dos motoristas e ameaçou romper o contrato.

"Sobre a greve da TCCC, entregamos hoje duas notificações à empresa. Uma para que mantenha o percentual mínimo de 30% da frota de ônibus, conforme prevê a lei, e a segunda solicitando que a empresa apresente documentos comprovando sua capacidade econômica de operar e atender com qualidade as necessidades dos usuários do transporte público. Caso não tenha condições de cumprir os serviços, o contrato poderá ser rompido. Não vamos aceitar essa injustiça com os funcionários e a população. Vamos juntos!" publicou Ulisses Maia em sua página no Facebook.

Com a pandemia o transporte coletivo em Maringá teve uma queda de 90% no número de passageiros e consequentemente os lucros da empresa caíram, além de várias multas aplicadas pela prefeitura agravando ainda mais o problema do transporte público na cidade e na região. 

Hoje a dívida da empresa que em abril de 2020 era de R$3 milhões, saltou para R$24 milhões de reais.

Leia também

Vai parar tudo? Funcionáriosda TCCC prometem Greve Geral para próxima segunda, 8 de fevereiro em Maringá eregião




















Nenhum comentário