Últimas Notícias

MBL cobra Ministério Público para que investigue vereador do Pros que recebeu auxílio emergencial de forma indevida em Maringá

Foto ilustração, montagem/Repórter Jota Silva

Movimento Brasil Livre Maringá - MBL apurou através do aplicativo Caixa Tem, o cadastro no auxílio emergencial atribuído ao vereador e empresário Rafael Roza (Pros) em Maringá. Segundo o MBL, consta para recuperação de senha o e-mail pessoal do vereador. 

"Apuramos através do aplicativo Caixa Tem, e, no cadastro atribuído ao vereador Rafael Roza, consta o e-mail pessoal do vereador para recuperação de senha" - "Que o Ministério Público Federal possa apurar o caso e a verdade venha à luz" publicou o MBL em sua página no Facebook neste sábado, 30. 

Nesta quarta-feira (27) a imprensa revelou um grande escândalo envolvendo um vereador e empresário de Maringá.

O empresário bem sucedido e vereador recém eleito, Rafael Roza, teria recebido de forma indevida nove parcelas do auxílio-emergencial do Governo Federal, somando mais de R$4 mil reais que deveriam ir de forma exclusiva para famílias de baixa renda que sofreram com a pandemia da Covid-19 em 2020. 

O vereador disse que não tinha conhecimento das nove parcelas depositadas em sua conta durante vários meses em 2020 e que só ficou sabendo pela imprensa na quarta-feira (27). Roza alega ser vítima, segundo ele, foi feito uma solicitação do auxílio em meu nome por terceiros e que esse tipo de fraude se tornou comum no Brasil.

O vereador Rafael Roza e seu assessor Arthur Oliynik fizeram parte do MBL de Maringá até o segundo semestre do ano passado. O Movimento Brasil Livre Maringá até então era comandado pelo deputado estadual Homero Marchese (também do Pros), que foi candidato a prefeito de Maringá nas eleições de 2020.

Reviravolta! Hoje, tanto os vereadores da coligação, quanto o deputado Homero, são fiscalizados pelo movimento.

Apuramos através do aplicativo Caixa Tem, e, no cadastro atribuído ao vereador Rafael Roza (PROS), consta para...

Publicado por MBL - Movimento Brasil Livre Maringá em Sábado, 30 de janeiro de 2021

Leia também 

Nenhum comentário