Últimas Notícias

Reajuste de 14% na alíquota do servidor público de Maringá é aprovada na Câmara Municipal

Atualizado às 21:12

Câmara Municipal de Maringá aprovou em primeira discussão, na noite desta quinta, 17, em sessão extraordinária, que teve início as 18hrs, aumento da alíquota de contribuição dos servidores municipais, que passou dos atualmente 11% para 14% conforme prevê a reforma da previdência do governo federal. O reajuste foi aprovado com 9 favoráveis favoráveis e 5 contrários.

Além do aumento na contribuição previdenciária do servidor que passará de 11% para 14%, incluindo os inativos e pensionistas. Também fica incluído o regime de previdência complementar na forma dos parágrafos 14 a 16 do artigo 40 da Constituição Federal no prazo máximo de dois anos da data de entrada em vigor da Emenda Constitucional nº 103/2019, a ser regulamentada por lei específica.

Nesta quarta, 16, o SISMMAR chegou a lançar campanha pela retirada de pauta do projeto que prevê a Reforma da Previdência em Maringá. O sindicato pediu análise dos documentos apresentados pela administração, porém o Projeto de Lei foi votado e aprovado na noite desta quinta-feira.

Para amenizar a crise perante o impasse, o prefeito Ulisses Maia chegou a ligar para vereadores durante a realização da sessão e pediu para informar à presidente do SISMMAR, Priscila Guedes que daria 3% de reajuste 'acima da inflação' no vale-alimentação. 

Veja o painel de votação:

Votaram a favor do aumento da alíquota os vereadores:

Alex Chaves (MDB);
Altamir dos Santos/Altamir da Lotérica (PODEMOS)
Belino Bravin (PSD)
Flávio Mantovani (REDE)
Mário Hossokawa (PP)
Odair Fogueteiro (PDT)
Onivaldo Barris (PSL)
Professor Niero (MDB)
Sidnei Telles (AVANTE)

Votaram contra o aumento da alíquota os vereadores:

Luiz Pereira (PP)

Mário Verri (PT)

Doutor Jamal (PSB)

Carlos Mariucci (PT)

O vereador Willian Gentil (PSB) embora não tenha digitado o seu voto no painel, posteriormente registrou voto contrário ao reajuste.

O vereador Jean Marques (PODEMOS) faltou na sessão extraordinária desta quinta.





Nenhum comentário