Últimas Notícias

Guerra Declarada | Havan reabre loja, é interdita novamente e funcionários fecham avenida em Maringá-PR


Filial da loja de Departamentos Havan de Maringá, do empresário Luciano Hang, interditada por 72 horas no sábado, 5 de dezembro, por descumprir Decreto 1840/2020 que determina o fechamento nos fins de semana para conter o avanço da Covid-19, foi interditada novamente nesta segunda-feira, 7, por descumprir a primeira interdição.

Fiscais fixaram novo cartaz de interdição na porta da loja. Em ação considerada excessiva a porta da Havan foi lacrada com corrente e cadeado pelos agentes da prefeituraEm protesto contra o fechamento, funcionários interditaram os dois sentidos da avenida Horácio Racanello Filho em frente a Havan, agentes da Secretaria de Mobiliade Urbana - SEMOB, foram até o local e reabriram a avenida.

Na manhã desta sexta-feira, 04 de dezembro, o empresário Luciano Hang, já havia se pronunciado contra o fechamento das lojas nos fins de semana e promoveu manifestação em frente a prefeitura de Maringá: Veja aqui.

Rede de lojas Havan promete ingressar ação na justiça contra determinação da prefeitura de Maringá e contra o prefeito Ulisses Maia.

Veja flagrante do bloqueio da avenida em frente a Havan de Maringá:

















Um comentário:

  1. Primeiro que a loja não cumpriu o decreto e abri no sábado, já está errada por aí. A loja foi interditada por 72horas. Não contente com a primeira interdição foram lá e abriram na segunda-feira (antes das 72 horas). A loja está totalmente errada, o decreto tem que valer para todos de forma igual. Se uma lojinha "de bairro" não pode abrir no sábado por causa do decreto não tem que passar pano pra loja grande não.

    A loja ainda faz os funcionários protestarem debaixo de chuva com cara de quem "não quero perder meu emprego". Tem mais é que fechar mesmo,

    ResponderExcluir