Últimas Notícias

Em Maringá, TCCC entra na Justiça alegando déficit financeiro e município é condenado a pagar quase R$ 4 milhões


A empresa TCCC - Transporte Coletivo Cidade Canção, entrou na Justiça contra a prefeitura de Maringá alegando um déficit financeiro de R$ 3.874.854.70 de prejuízos acumulados em 21 dias durante o decreto que fechou a cidade por causa da pandemia de coronavírus. No período o volume de passageiros caiu 90%.
O serviço pertence ao município, a TCCC é prestadora de serviços por concessão. A empresa tem receita e despesas mensais. O decreto resultou em prejuízos que podem levar a falência da TCCC.
Preocupado com um possível colapso no sistema de transporte coletivo, Tribunal de Justiça, em caráter liminar, exige que o município pague R$ 3,9 milhões à TCCC como auxílio emergencial.

A liminar também determina que a prefeitura não pode abrir processo contra a TCCC por eventual quebra de contrato enquanto durar a pandemia, sem antes renegociar os encargos contratuais. Neste caso, o descumprimento acarretará em multa de R$ 5mil por dia.

O Tribunal de Justiça do Paraná determina que num prazo de 48h para Prefeitura de Maringá solucionar a crise financeira enfrentada pela empresa de transporte coletivo Cidade Canção. A prefeitura
A prefeitura resolveu recorrer da decisão, a briga pode levar dois anos e a conta deve chegar na próxima gestão ou para o próximo prefeito.

2 comentários:

  1. O prefeito agiu assim por motivos validos.mais pessoas terao prejuizos.se todos fizerem isso quem vai a falencia e o municipio

    ResponderExcluir