Últimas Notícias

Covid-19 | Presidente da Câmara Municipal critica prefeito de Maringá em áudios vazados


O Presidente da Câmara Municipal criticou na noite desta terça-feira, 7, o prefeito de Maringá, Ulisses Maia em áudios de Whatsapp vazados e divulgados pelo portal GMC Online.



Vídeo compilado com áudios vazados do Presidente da Câmara Municipal de Maringá, Mário Hossokawa.

Tudo aconteceu após um empresário que queria reabrir o seu Lava Jato, ser imobilizado pela Guarda Municipal. O comerciante desmaiou após um Guarda aplicar um golpe Mata-Leão (praticado por lutadores de UFC).

O prefeito de Maringá decretou estado de emergência no dia 18 de março devido a pandemia de coronavírus e desde então fechou todos os comércios da cidade. A medida foi encarada como Radical pelos comerciantes.

Nos áudios divulgados pelo portal GMC Online, compilados em um vídeo pela redação do Saiba Já News, o presidente da Câmara Municipal, Mário Hossokawa alerta sobre os perigos que o prefeito pode correr.

A fala do presidente do legislativo foi em um grupo de Whasapp usado para interação entre os vereadores de Maringá.

Hossokawa cita nos áudios a situação que ocorreu no Jardim Alvorada, em que durante fiscalização da prefeitura, após ser imobilizado por agentes da Guarda Municipal, e diz que a situação tende a piorar, “Eu penso que tem que tomar alguma atitude, fazer alguma coisa, porque se deixar ele resolvendo da forma como está resolvendo, eu acho que pode virar calamidade mesmo, porque eu não vi calamidade até agora, mas vai virar calamidade de verdade”, disse Hossokawa em um dos áudios. 

A ação dos Guardas Municipais foi duramente criticada pela população nas redes sociais.

Um comentário: